SIGA CONTI COLA NAS REDES SOCIAIS:
https://www.facebook.com/ContiColaOficial/
https://www.instagram.com/conticolaoficial/

Era uma Vez em… Hollywood (Once Upon a Time in… Hollywood, 2019) é o nono filme do cineasta Quentin Tarantino, que desta vez visita a indústria cinematográfica americana em Los Angeles no final da década de 60, período em que turbulentos fatos marcavam o local. O drama segue os passos dos fictícios Rick Dalton (Leonardo DiCaprio), uma ator marcado por filmes de faroeste que se desespera com a possibilidade de sua carreira estar entrando em declínio; Cliff Booth (Brad Pitt), um dublê que, na falta de oportunidades na indústria, se ocupa sendo o faz tudo de Dalton; e uma personagem inspirada na atriz real Sharon Tate (Margot Robbie), que vive tranquilamente pela cidade sem saber que está entrando na mira de um destino cruel. Será que vem Oscar aí? Bom, agora é com você. Vamos lá checar mais um novo episódio do quadro de review do Super Oito.

SE INSCREVA no canal – http://bit.ly/otaviouga

Seja meu PATREON – http://patreon.com/otaviouga
Seja meu PADRIM – http://padrim.com.br/otaviouga

OTAVIO UGÁ:
Redes sociais: @otaviouga

ENDEREÇO DE CORRESPONDÊNCIAS:
Caixa Postal 16202, CEP: 22221-971, Rio de Janeiro-RJ

CONTATO COMERCIAL:
otaviouga@gmail.com

source

23 thoughts on “ERA UMA VEZ EM… HOLLYWOOD é bom? – Vale Crítica

  1. A única coisa que era pra prestar nessa filme cú, era o Dragão…
    mas foi verdadeiro desrespeito ao Rei do Kung Fu

  2. Adoro a brincadeira com gêneros que você faz no início do vídeo! Adoro seu canal! Parabéns!

  3. Mano o Leo é mto bom… ele atuou que tava atuando sem sair do primeiro personagem enquanto ele faz o segundo kkkkkkkkkk

  4. Esse filme não tem quase nenhum cliche e ao mesmo tempo é cheio.

  5. Você fazendo o merchan da Conti Cola parece o Rick Dalton no merchan dos cigarros Red Apple kkkkkkk

  6. Eu achei show o final contando como seria se não tivesse acontecido a morte da sheron um final totalmente diferente.algo que eu já estava esperando depois do final alternativo da segunda guerra com bastasdos e inglórios .

  7. O filme é perfeito. Não é um filme pra quem não conhece a história real da família Mason e Sharon Tate. É um filme arte e precisa ter maturidade e conhecimento do contexto… Como é o caso de qualquer livro do Flaubert.

  8. Só perdeu pra Parasita. Era uma vez…final emocionante. Pra quem conhece Roman Polanski, Sharon tate, Bruce Lee, o Kato do besouro Verde. ..foi genial

  9. Putz! quando você disse que ficou reflexível ao final do filme, cara, pensa se o Charlie Maldito Manson tivesse escolhido uma casa onde tivesse uma galera atravessada de Hollywood, tipo como foi ao encontrar o Cliff huahuauhauha Tate teria tido uma vida feliz 🙂 (ou não, mas teria tido a chance de viver)

  10. Vi 33 minutos e já tava cansada, parece que não saia do lugar e parei, quem sabe eu volte a ver um dia, eu preciso me empolgar pelo menos nas primeiras meia hora

  11. Filme lixo, parece um compilado de cenas aleatórias…"ain, mas precisa conhecer o caso antes ver" FODA-SE, um filme precisa funcionar sozinho, ser coeso e coerente, não é o caso desse

  12. tinha potencial pra ser um ótimo filme, já que envolve a história do manson, que aliás.. só apareceu uma vez no filme, enfim, não foi do meu agrado.

  13. Caro leitor (a) eu não sei quem você é e não sei da sua vida, mas poderia apostar que você faz filmes melhores do que esse diretor estilo psicopata que adora mortes bizarras e faz piada com uma tragédia real numa tremenda falta de sensibilidade. Pra mim esse cara só tem nome.

Comments are closed.